Colocar os pés no chão é uma prática fácil, terapêutica e relaxante

 

A simples caminhada do dia a dia reflete em nossa saúde e bem-estar, por isso, colocar ou tirar o sapato pode fazer muita diferença quando o assunto é saúde! Andar descalço é benéfico para o corpo no âmbito mecânico energético e sensorial, e de acordo com a Podóloga Luciana Vornes, a temperatura e até mesmo a textura da superfície onde se pisa, são pontos a serem observados.

A prática de andar com os pés no chão ajuda no relaxamento do corpo, pois ativa o sistema sensorial e traz a sensação de bem-estar, sendo usada como apoio até para o tratamento de depressão e ansiedade. “O andar descalço ajuda a diminuir o estresse, melhora a imunidade e a função cardíaca, auxilia a circulação sanguínea, libera e recebe energia e também ajuda a fortalecer os músculos dos pés, pernas e quadris”, cita a Podóloga.

Pessoas que sofreram de algum trauma ou doença são muito beneficiadas com o hábito de andar descalço. “Em contato com o chão, o pé recebe estímulos que ajudam na percepção e, consequentemente, no tratamento e recuperação”, explica a profissional.

O contato com diferentes superfícies, temperaturas e texturas é muito importante. “Quando ventilamos ou arejamos os nossos pés, evitamos a proliferação de fungos e bactérias, desde que o local onde se está pisando não esteja contaminado. É importante observar onde andamos, evitando ferimentos e lesões nos pés”, afirma.

 

Edicao_73_projeto_Indesign.inddSeu filho deve andar descalço?

A saúde dos pequenos também é muito beneficiada pela prática de andar descalço! Por ser uma estimulação sensorial, o andar descalço ajuda o desenvolvimento proprioceptivo e intelectual da criança, de reconhecer e perceber os vários tipos de texturas. “Crianças que tem dificuldade ou déficit do sistema sensorial deve andar descalço em variados tipos de solo e textura, areia, grama, locais com obstáculos para desenvolver o sensorial”, ressalta a podóloga.

Luciana explica que a prática contribui para fortalecer a musculatura intrínseca e extrínseca dos pés, pernas e quadris, colaborando na postura adequada e na execução da marcha e equilíbrio durante o desenvolvimento infantil.

Andar descalço durante a infância colabora, ainda, com a formação do arco plantar, que é de extrema importância, cita Luciana. “Temos 3 arcos nos pés: longitudinal medial, longitudinal  lateral  e  o arco transverso, e eles determinam se o pé é pronado,  supinado ou normal”.

 

Como e quando andar descalço?

             Luciana indica, que a temperatura de onde se pisa deve ser sempre a ambiente, pois superfícies muito quentes tendem a causar bolhas na planta dos pés, por isso recomenda-se evitar horários em que o sol esteja intenso e não esquecer de usar filtro solar nos pés. O frio também deve ser evitado, pois pode colaborar para o resfriamento não desejado e tensão  maior do corpo. Por isso, o fim da rotina de trabalho, quando estamos em casa em um ambiente confortável, ou uma tarde quente são momentos ideais para botar os pés no chão. “Não existe uma frequência determinada, mas tirar os sapatos e meias, deixando os pés livres e em contato com a luz do sol e com o solo, que são importantes para a saúde dos pés”.

               A grama, terra e areia são os melhores locais para se andar descalço e aguçar o sistema sensorial do corpo. Contudo, Luciana alerta que andar descalço não é uma prática para todos os momentos e alguns cuidados devem ser tomados, como a escolha dos  calçados adequados para realizar as atividades físicas,  e dia a dia, e a atenção redobrada para diabéticos, que tem maior sensibilidade nestas áreas, assim como evitar andar descalço em banheiros públicos ou no chuveiro, por exemplo, ambientes onde a proliferação de bactérias é mais intensa.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome