As cores fazem a diferença nos ambientes, tornando-os mais agradáveis

 

A escolha da cor das paredes de cada cômodo deve levar em consideração o estilo do ambiente, os gostos dos moradores e as emoções e sensações que deseja transmitir.

De acordo com a arquiteta e urbanista Isabele Matos, as cores na ambientação tem um impacto subconsciente das pessoas, pois cada cor remete a uma sensação e emoção diferentes, transmitindo sentimentos que podem ser de alegria ou tristeza. “Um exemplo simples é o próprio céu, quando azul, nos deixa mais alegre e quando está cinza, tem um ar mais melancólico”.

Apesar de não percebermos, as cores estimulam fisiologicamente e psicologicamente o usuário do espaço. Ou seja, as cores podem nos estimular, como também podem nos irritar. “Se falamos de espaços comerciais, por exemplo, a escolha das cores deve levar em conta que tipo de produto será vendido, qual o público que quer atingir, tempo de permanência no espaço, pois todos esses itens estão relacionados diretamente com as cores aplicadas e suas sensações proporcionadas”, explica Isabele.

 

Qual é o impacto das cores na decoração?

É possível alterar visualmente as formas e dimensões dos espaços através das cores utilizadas nos projetos dos ambientes. Elementos arquitetônicos ou imperfeições podem ser destacadas, ou até mesmo ressaltadas. O ambiente pode parecer maior ou menor, de acordo com as cores utilizadas. “Quando falamos em uma cor de parede, por exemplo, elas estão diretamente relacionadas com a quantidade e tipo de iluminação incidente. A sua tonalidade deve estar em harmonia com os demais itens como mobiliário e objetos de decoração, para que se tenha um equilíbrio em todo o ambiente”, afirma a arquiteta.

Na hora de construir ou reformar, pode-se utilizar cores frias ou cores quentes. As cores quentes são mais estimulantes e excitantes, enquanto que as cores frias são calmantes e tranquilizantes. Por esse motivo, as cores frias são as mais utilizadas no interior de residências e escritórios, utilizando apenas alguns locais de destaque com as cores quentes, de forma a promover equilíbrio. Já quando falamos em locais como restaurantes, bares, academias, é comum encontramos muitas cores quentes, pois são locais que necessitam de estímulos.

Mas é claro que a definição dessas cores vai depender muito do conceito do projeto e necessidades do local, portanto, é necessária uma avaliação individual de cada espaço.

 

Transforme!

Se você está insatisfeito com a sua residência ou local de trabalho, está na hora de transformar. Muitas vezes, não é necessário agregar tanto valor a partir de reformas. É possível mudar de maneira econômica!

Segundo Isabele, gastando pouco e sem interferir tanto no ambiente, é possível tornar o local mais alegre e convidativo. “A inserção de peças decorativas coloridas, reposicionamento de móveis e novas pinturas nas paredes, são maneiras interessantes de deixar o espaço mais harmônico e consequentemente estimular e influenciar diretamente nas sensações psicológicas dos usuários do espaço. Podemos utilizar as cores de forma a nos trazer benefícios”, ressalta.

Elementos de decoração tem grande influência na harmonização dos ambientes, detalhes em mobiliário, tapetes, cortinas e objetos decorativos como vasos, plantas, quadros, almofadas podem transformar as características dos espaços e deixa-los mais aconchegantes e bonitos.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome