Práticos e saborosos, eles parecem uma alternativa saudável! Será?

Muitas mães consideram obrigatória a inclusão de um suco de caixinha na lancheira de seu filho e acreditam que ao substituir o consumo de refrigerantes por sucos industrializados estão adotando uma alternativa mais saudável. No entanto, com vários ingredientes apenas da polpa da fruta, o suco de caixinha contêm altos índices de açúcares, corantes e aromatizantes, não sendo indicado para quem está em busca de uma dieta equilibrada, e, claro, para as crianças também.

Além de os sucos de caixinha terem muito açúcar, corantes, aromatizantes e conservantes, a nutricionista Thaiz Mineiro explica que eles são ainda submetidos a altas temperaturas durante o processo de pasteurização, fazendo com que o suco perca nutrientes como vitaminas do complexo B e vitamina C.

A indústria de alimentos tem se aproveitado bastante da busca das mães por alimentos mais saudáveis para seus filhos, tentando vender, na grande maioria, que o seu produto faz bem para a vida. “Alguns produtos industrializados são realmente bem-vindos nas lancheiras, mas outros, apesar de contarem com rótulos aparentemente inofensivos, não são ideais para uma alimentação saudável”, ressalta a nutricionista.

Segundo a nutricionista, os sucos industrializados apresentam aromatizantes sintéticos e ainda a adição de uma quantidade absurda de açúcar. “Quando interpretamos os rótulos desses sucos percebemos que para cada copo de 200ml foi adicionado uma média de 2 colheres de sopa cheias de açúcar. Vale lembrar que o consumo regular e excessivo dos corantes desses sucos, causam reações alérgicas, distúrbios de atenção e hiperatividade infantil”.

Qual é a melhor opção de suco para dar ao seu filho? Os sucos de polpa da fruta são aconselháveis?

O ideal, conforme a profissional, é que a criança beba sucos naturais, feitos diretamente da fruta, pois contêm vitaminas e minerais e, por isso, são muito mais saudáveis. Mas, para aqueles dias de extrema correria, onde 2 minutinhos para fazer o suco já é demais, uma das opções, de acordo com a nutricionista, é o suco de uva integral sem adição de açúcar (garrafa de vidro). No entanto, assim como a grande maioria, esse também é pasteurizado, mas pelo menos não tem a adição de aditivos químicos e açúcar.

Já os sucos preparados com polpa de fruta congelada apresentam o inconveniente do processo de congelamento, que elimina em média 20% dos nutrientes ali contidos. “Devido às perdas nutricionais decorrentes do processo de congelamento, desaconselho o uso de sucos à base de polpa de fruta congelada para bebês menores que 2 aninhos”, diz a nutricionista.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome