Para perceber a real importância da visão em sua vida, feche os olhos e imagine que você nunca tenha enxergado nada. Pense em como seria o mundo, as pessoas, as cores, as formas. De olhos fechado, tente fazer algumas atividades simples do seu dia-a-dia, como trocar de roupa, preparar o jantar, fazer uma ligação telefônica ou praticar algum esporte.

A visão é um sentido importantíssimo na vida, pois ela ajuda a realizar tarefas e a conviver com o mundo ao nosso redor. O valor do olhar consiste exatamente nesse conceito: o da liberdade.

Momentos extraordinários são possíveis presenciar com a visão, como olhar nos olhos das pessoas que amamos, interpretar um olhar de carinho, um olhar de tristeza, de raiva, de alegria, frustração ou conquista…Afinal, a visão é a parte do nosso corpo que percebe a luz, o brilho do sol ou da lua, e que nos ajuda a interpretar o mundo.

Quando se deve fazer uma consulta oftalmológica?

            Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o diagnóstico precoce e o tratamento de anormalidades visuais logo após o nascimento pode reduzir pelo menos 50% dos casos de cegueira em adultos através de ações preventivas. “O tratamento de uma determinada doença logo na infância pode diminuir em até 75% a incidência de distúrbios visuais irreversíveis”, ressalta a oftalmologista, Dra Eliana F. Pires.

Na adolescência, juventude e idade adulta é preciso ficar atento às doenças oculares que podem surgir após o ingresso no mercado de trabalho. “Um setor da oftalmologia chamado ‘ergoftalmologia’ estuda a relação existente entre o trabalho e a visão, sendo o objetivo principal a prevenção e a administração do desconforto visual e das doenças oculares que podem surgir nessa fase”, conta a oftalmologista.

Aos 40 anos, segundo Dra. Eliana, os olhos começam a assumir progressivamente uma perda de funcionalidade do sistema acomodativo (ligado a idade), o que causa a presbiopia, doença conhecida também como vista cansada. “É importante que quem esteja nessa idade, visite um oftalmologista para acompanhar a situação da pressão intra-ocular de seus olhos, a fim de detectar, prevenir e tratar uma doença muito grave – o glaucoma”, alerta a médica.

Cuidados após os 65 anos

O envelhecimento acarreta mudanças no organismo do indivíduo e, consequentemente, o aparecimento de algumas doenças. Para manter e cuidar da saúde dos olhos, após os 65 anos, Dra. Eliana recomenda exame oftalmológico periódico para quem já apresenta alterações significativas na visão ou de saúde ao longo da vida, como doenças vasculares, fatores associados aos distúrbios ateroscleróticos ou metabólicos (diabetes tipo 2, hipertensão, doença renal) ou, ainda, quem sofre de doenças sistêmicas em geral.

 

Fique atento à sua saúde ocular

Dra. Eliana passa dicas importantes para você manter uma boa visão:

Faça exames oftalmológicos periódicos: Como regra geral, salvo se houver distúrbios da refração – necessidade de uso de graus corretivos, até os 40 anos é importante que se faça uma consulta com o oftalmologista pelo menos a cada dois anos. Entre os 40 e 65 anos, o exame oftalmológico deve ser feito uma vez ao ano e após os 65 anos a cada 6 meses, ou a critério do seu oftalmologista.

 

Procure ler ou escrever em locais bem iluminados: seja na escola, na universidade, em casa ou no trabalho, cuide dos seus olhos. Para mantê-los em uma posição de conforto, direcione a iluminação para o texto quando você estiver escrevendo ou lendo.              Por volta dos 40 anos de idade, há necessidade de mais luz para poder ler, porque a retina torna-se menos sensível, mas isso não significa que, se você ler em um ambiente mais escuro irá perder a visão ou deixá-la mais fraca.

 

Alimentação saudável e atividade física: Também são necessárias para a saúde dos olhos. Alimentar-se sempre que puder com frutas e legumes coloridos e da estação, bem como, alimentos com proteínas de origem vegetal, diminuir doces e açúcares, principalmente depois dos 50 anos, quando também se deve reduzir o consumo de carne vermelha e de embutidos. Pesquisas revelam que ingerir um copo de vinho tinto por refeição pode ser benéfico para os olhos, pois o vinho contém substâncias que ajudam na circulação sanguínea.

 

Uso do computador: ele não é prejudicial, desde que pelo menos a cada duas horas você faça uma pausa para seus olhos por pelo menos 15 minutos.

 

Use lentes de contato conforme prescrição médica: siga sempre as recomendações de seu oftalmologista. Jamais comece a utilizar lentes de qualquer tipo sem ter realizado uma consulta oftalmológica.

 

Neste mês comemorado o dia do médico, o que significa medicina para você?

Dra. Eliana – A arte de lidar com a dor física e emocional; a ciência de compreender, ou tentar compreender o homem no seu ponto mais fraco – a saúde; a dedicação de uma vida inteira em prol do próximo; o exercício e aplicação daquilo que nos diferencia dos outros animais, a razão, através da proposição de diagnósticos e da pesquisa pela etiologia das doenças e subsequente escolha do tratamento mais eficaz para cada indivíduo.

O que você tem aprendido com a medicina?

Dra. Eliana – Aprendi que para uma boa medicina, é fundamental a aplicação dos conhecimentos tecnológicos disponíveis, mas também aprendi que não é possível ser insensível e continuar a ser um bom profissional, é porque nos importamos que fazemos a diferença na vida das pessoas.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome