Sorria mais, faz bem à saúde.

Confira os procedimentos para um tratamento ortodôntico eficiente.

Se você tem os dentes desalinhados e por isso tem vergonha de sorrir, ato que ajuda a combater o estresse, a depressão, melhora a auto-estima e só traz benefícios à saúde, então, está na hora de procurar um profissional qualificado na área odontológica e começar a esbanjar sorrisos. Entretanto, antes de iniciar o tratamento ortodôntico é necessário ter alguns cuidados para que as expectativas sejam atendidas, entre eles, a escolha do profissional, o tratamento prévio dos dentes e a realização da documentação ortodôntica.

Para esclarecer algumas dúvidas importantes do tratamento ortodôntico foi entrevistada a cirurgiã-dentista, Luciana Costa Grattão, e a radiologista, Ellen Cristhie Faé.

Por que procurar um tratamento ortodôntico?

Dra. Luciana – Caso apresente sobremordida, mordida cruzada, mordida aberta, desvio da linha média, diastema (espaço entre os dentes), apinhamento, dor em articulação, poderá ser um candidato para o tratamento ortodôntico. Mas, apenas o profissional poderá determinar se você irá realizar o tratamento com base em alguns instrumentos de diagnóstico, que incluem: história médica e dentária completa, um exame clínico, molde de gesso dos dentes, fotografias, radiografias especiais. Com isso, o profissional poderá planejar o tratamento adequado.

Qual é o primeiro passo para o paciente?

Dra. Ellen e Dra. Luciana – O primeiro passo é a escolha do profissional capacitado que irá fazer o exame inicial e explicar todo o processo do tratamento ortodôntico.

Fazendo a avaliação clínica inicial, verifica se há necessidade da realização de tratamento clínico que consiste em restauração de cáries, tratamento periodontal (gengiva, osso e remoção de tártaro), tratamento de canal, entre outros, procedimentos fundamentais para posterior colocação do aparelho ortodôntico, além da solicitação da documentação ortodôntica.

A documentação ortodôntica é importante no tratamento?

Dra. Luciana – Sim. Essa documentação é fundamental para estudo e planejamento do tratamento. Ela vai orientar que conduta o profissional vai ter para execução do caso e que tipo de aparelho utilizar. Cada paciente possui o seu tratamento individualizado e por isso a necessidade desta documentação para a eficiência do tratamento.

O que é a documentação ortodôntica?

Dra. Ellen – É um conjunto de exames e procedimentos utilizado pelo ortodontista como complemento para o diagnóstico da má oclusão e planejamento do tratamento ortodôntico. Geralmente a documentação é constituída por fotos, radiografias e um par de modelos de gesso.

Dentre as radiografias faz parte da documentação a radiografia panorâmica, que é um exame útil e bastante prático para complementar o exame clínico no diagnóstico das doenças dos dentes e dos ossos da face. Através desse exame, o dentista pode visualizar todos os dentes de uma só vez, inclusive os que ainda não erupcionaram. O exame possibilita pesquisarmos reabsorções ósseas e radiculares, cistos, tumores, entre outros.

As outras radiografias são realizadas com a finalidade de avaliar e fazer medições dos ossos da face.

Quais os cuidados que deve receber o paciente com aparelho?

Dra. Luciana – Após a colocação do aparelho o paciente deve receber informações a respeito da higienização, realizar exames clínicos freqüentes para verificar formação de cáries, tártaro e radiografias panorâmicas periódicas para observar posicionamento de raiz e situação óssea. Esta associação do tratamento clínico, radiográfico e ortodôntico é fundamental para o sucesso final do tratamento.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome