O sorriso é uma expressão de alegria e bem-estar

A saúde bucal está ligada com a qualidade de vida e com a saúde total do ser humano.

Um sorriso belo, sem cáries e dentes bem posicionados, é a projeção da maioria. Mas, como nem tudo pode ser perfeito, muitas vezes, é preciso algumas correções e tratamentos para deixar os dentes, e consequentemente o sorriso, mais harmoniosos. Quem tem a técnica e a habilidade para proporcionar saúde bucal são os dentistas, profissionais capacitados para tratar das gengivas, dos ossos da face e dos dentes, estruturas utilizadas para mastigar os alimentos.

As evoluções científicas e tecnológicas na odontologia moderna tem crescido exponencialmente, o que promoveu a Odontologia uma mudança de paradigmas e técnicas avançadas para beneficio dos pacientes. O que antes era uma prática comum remover um dente que estava doendo, hoje não é mais. Conforme a cirurgiã-dentista, Luciana C. Grattão, atualmente a prevenção é a melhor opção para evitar as instalações de problemas bucais. “Em crianças é essencial ensinar a educação higiênica, e no público adulto ser o mais conservador possível na realização dos procedimentos”, completa.

Saúde bucal é importante para o organismo

“A saúde bucal reflete diretamente na saúde geral, por isso, os dentes são muito importantes. São responsáveis pela mastigação dos alimentos, pela articulação de palavras e tem fator determinante na estética”, esclarece a especialista em periodontia, Glaucia da Rocha Weber.

A saúde bucal merece os mesmos cuidados e atenção que a saúde geral. “Pesquisas revelam que problemas bucais são, muitas vezes, os responsáveis por ocasionarem problemas gerais, como dor de cabeça, gastrite, sinusite, entre outras doenças”, diz a ortodontista e ortopediatra facial, Telma Abreu Wagner.

Os dentes também são fatores essenciais no quesito aparência, influenciando na auto-estima e bem-estar da pessoa. “A estética dos dentes e do sorriso interferem muito na vida das pessoas. Quem tem problemas de diastemas (dentes separados), mau hálito, sorriem menos, falam menos, tem vergonha de mostrar os dentes em público, entre outras situações que se tornam constrangedoras para estes”, afirma Eloísa.

Pacientes que começam o tratamento com uma saúde bucal precária podem mudar esta condição e, com isso, passar a ser até mais vaidosos. “È muito satisfatório finalizar os procedimentos com o paciente sorrindo, o qual começa a se preocupar mais e valorizar a aparência física e geral”, conta Luciana.

“A verdade é que a saúde bucal é como flúor para o amor próprio”, profere Gláucia. Para ela, dentes mal-posicionados, cariados e ausentes corroem a vontade de sorrir dificultando o relacionamento das pessoas no trabalho e o convívio social. “A dor ou desconforto em qualquer estrutura bucal prejudica o bem-estar e saúde geral das pessoas”, assegura a periodontista.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome