Adotar a bicicleta como meio de transporte pode ser uma maneira simples e barata de realizar uma atividade física no seu dia a dia

       Mais que um veículo de lazer, a bicicleta pode ser o meio de transporte que leva você ao trabalho, à faculdade, ao mercado, à farmácia, ao cinema. Cada vez mais pessoas têm optado pela bike como meio de transporte, ainda que eventualmente, e isso se deve aos inúmeros benefícios que o ciclismo pode proporcionar.

    De acordo com o personal trainer, especialista em fisiologia do exercício, Leandro Freitas, o principal dos benefícios em trocar o carro pela bicicleta, está relacionado ao sedentarismo. Dados apontados pelo IBGE mostram que o número de sedentários já ultrapassa 45% dos brasileiros. Em contrapartida, diretrizes na área da saúde afirmam que se deve gastar cerca de 1500 a 2500 kcal em atividades físicas por semana, ou se exercitar aproximadamente 30 minutos por dia, todos os dias da semana, reduzindo, assim, o risco de desenvolver doenças crônico-degenerativas. “Nesse contexto, é possível concluir que pedalar melhora sua saúde. Mas, além dos benefícios físicos, estamos falando de economia no bolso, já que a bicicleta é mais acessível e barata, quando comparada ao carro”, diz o profissional.

     Conforme o personal trainer, o ciclismo proporciona benefícios no controle da glicemia, redução do LDL-colesterol, triglicerídeos e, consequentemente, redução na gordura corporal. “Pedalar também pode trazer adaptações positivas na capacidade cardiorrespiratório, fortalecimento neuromuscular, além de melhora na coordenação motora e no equilíbrio”, completa Leandro. Adotar a bicicleta em seus deslocamentos, pode ser uma maneira simples de encaixar essa atividade física no seu dia a dia.

      Além disso, especialistas afirmam que a poluição é responsável, mesmo que de forma indireta, pelo agravamento de doenças como infarto, asma e câncer de pulmão, e, uma grande porcentagem das emissões poluentes é causada por veículos motores.  Assim, adotar a bicicleta como meio de transporte é uma grande contribuição para uma cidade mais sustentável, com um ar mais limpo.

     E claro, como todas as atividades físicas, o ciclismo também requer alguns cuidados. De acordo com o personal trainer, deve haver cuidado especial com a ergonomia, o que inclui a altura do banco e posicionamento do guidão, que devem ser ajustados corretamente à pessoa que vai usar a bike, evitando, assim, lesões posturais e musculares. “Outro ponto importante é a segurança no trajeto onde se vai pedalar, pois devem ser escolhidos, de preferência, ruas com infra-estrutura adequada, tais como ciclovias”, acentua.

Por Camila Neumann

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome