Dispensar ou abandonar o uso do óculos, ou ainda ter a cor desejada dos olhos, é possível com as lentes de contatos. Porém, antes de sair por aí e comprar as lentes em qualquer lugar é bom considerar alguns cuidados que são imprescindíveis para não prejudicar a visão, como buscar orientações seguras de um médico oftalmologista. Para clarear dúvidas como “dormir com lentes de contato pode prejudicar a saúde dos olhos, que tipos de problemas oculares são possíveis resolverem com o uso das lentes”, a Revista + Saúde entrevistou a oftalmologista de Guarapuava, Dra. Eliana F. Pires.
1 – Crianças e adolescentes podem usar lentes de contato?

Eliane – sim. As crianças e pré-adolescentes tem indicação de uso de lentes de contato quando apresentam: anisometropia (diferença de graus acima de 3 graus entre um olho e outro) que pode acontecer de nascer com esta diferença de graus entre os olhos, ou por outras causas como trauma com cicatriz e consequentemente irregularidade na topografia da córnea, ou foram submetidas à cirurgia oftalmológica por serem portadores de catarata congênita em um dos olhos sem implante de lente intra-ocular, ficando com uma grande diferença de graus entre os olhos.

Nos adolescentes, a indicação de uso de lentes de contato também pode ocorrer pelas causas descritas acima; ou para jovens que apresentam dificuldade na pratica de esporte sem a correção de graus (com exceção na natação, que é contra-indicado uso de qualquer tipo de lente de contato, independente da idade); no ceratocone (protusão e afilamento do ápice da córnea que provoca astigmatismo irregular); portadores de astigmatismo irregular, conseqüente a doenças corneais ou a cirurgias (transplante de córnea); para fins estéticos na melhora da auto-estima dos jovens e nos casos de dificuldade de uso de óculos pelos pacientes submetidos à rinoplastia (cirurgia plástica de nariz).

 

2 – Quem usa lente de contato deve ter um par de óculos de reserva?

Eliana – Verdade. È muito importante ter um óculos de reserva quando o uso de lentes é, principalmente, pelo fato de não gostar de usar óculos para atividades sociais e nas praticas de esporte, porque no final de um dia de uso de lentes de contato, é necessário retirá-las e usar os óculos para ver TV, usar o computador a noite e nos períodos de horas de estudo prolongados.

3 – Dormir com lentes de contato pode prejudicar a saúde dos olhos?

Eliana – Temos materiais (polímeros) de lentes de contato que apresentam um maior aporte de oxigênio para a córnea e por esta razão podem ser utilizados de forma prolongada, contudo, devemos lembrar sempre que existem estes materiais, mas não significa que todos podem dormir com as lentes. O exame completo do olho, a perfeita adaptação, o acompanhamento oftalmológico e a obediência às orientações recebidas são condições indispensáveis para o uso confortável e seguro das lentes de contato, a longo prazo.

Higiene de Lentes de Contato
4 – Qual é a melhor maneira de higienizar as lentes de contato?

Eliana – Na limpeza das lentes de contato (LC) deve iniciar o manuseio sempre pela mesma, sugerimos começar com a direita, para evitar a inversão. Para a limpeza pode-se utilizar soluções limpadoras surfactantes, limpadores enzimáticos ou soluções multiuso. Lembramos ainda, que deve ser feita a limpeza do estojo sempre que retirar as LC deste e usar estojo descartável ou trocá-lo, pelo menos, a cada 6 meses, porque nutrientes que desenvolvem microorganismos provenientes dos dedos ou da própria LC suja, podem se acumular no estojo. Mas antes de tocar nas LC, recomenda-se lavar as mãos com sabonete neutro para remover dos dedos restos de nicotina, perfume, oleosidade ou corpos estranhos, que podem danificá-las.

 

5 – Agora, no inverno, muitas pessoas compram sabonete com hidratante de pele. É indicado lavar o rosto e os olhos com esse sabonete quem usa lentes?

Eliana – Podemos usar sabonetes hidratantes para higienização de partes do rosto, mas deve-se evitar passar sabonete, hidratantes e filtros solares muito próximo dos olhos quando estamos fazendo uso das LC. Também devem ser evitados sabonetes hidratantes, creme antisséptico ou álcool gel nas mãos que vão manipular as LC naquele momento, devido ao risco de danificar as lentes com estes produtos.

6 – Que tipos de problemas oculares são possíveis resolver com o uso das lentes?

Eliana – As LC podem ser usadas para fins estéticos, substituindo os óculos em casos de miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia ou para mudar a cor dos olhos (gelatinosas cosméticas). As LC gelatinosas cosméticas (pintadas) são também indicadas para albinos, para pessoas que têm cicatriz aparente na córnea ou opacidade total e em casos de ausência ou perda da íris. As LC filtrantes (coloridas, não pintadas) são utilizadas para disfarçar cicatrizes corneais, diminuir a sensibilidade à luz e intensificar a cor dos olhos.

Em alguns casos que o óculos não consegue corrigir, indicamos o uso de LC com fins médicos, como por exemplo, usam LC os portadores de anisometropia (grau muito diferente entre um olho e outro), ceratocone (deformidade da córnea em forma de bico que provoca astigmatismo irregular), e em outros casos especiais. Lembramos ainda, que várias doenças de córnea podem ser curadas ou controladas com o uso de LC gelatinosas terapêuticas.

 

7 – Qual a diferença entre lentes rígidas e as gelatinosas? 

Eliana – As LC rígidas tem material plástico de aspecto endurecido e contém silicone e/ou fluoropolímeros, materiais permeáveis aos gases e são bem menos agressivas à córnea quando apresentam alto Dk, isto é, alta permeabilidade do material ao oxigênio.

As LC Gelatinosas são fabricadas a partir de materiais plásticos que absorvem água, deixando-as macias, flexíveis e confortáveis. O oxigênio alcança a córnea através de seus poros e a quantidade que lá chega varia de acordo com a hidratação e a espessura da LC.
8 – Quanto tempo o paciente pode permanecer com a mesma lente?

Eliana – Existem vários tipos de materiais, as LC rígidas devem ser trocas a cada 12 meses. No grupo das gelatinosas, temos as LC descartáveis (diária, semanal, quinzenal e mensal). As de uso diário (coloca-se de manhã e tira-se a noite), já as de uso prolongado podem ser trocadas semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente. E as LC gelatinosas de uso diário com troca anual (12 meses).

O uso de LC é uma forma segura e eficiente para corrigir a visão, quando feito com cuidado e supervisão apropriados pelo oftalmologista.


9 – Quais cuidados é preciso ter na hora de comprar as lentes de contato?

Eliana – A LC deve ser adquirida após ter sido submetido a teste e adaptação de LC, pois nem sempre os graus do óculos são iguais aos da LC. Além disso, os graus são um dos parâmetros da LC, ainda temos que avaliar a curvatura, diâmetro, material, comportamento da lente com o filme lacrimal, conforto e correção da acuidade visual. Por esta razão, a lei proíbe a adaptação de LC por quem não é médico oftalmologista, pois o conhecimento da fisiologia, bem como o diagnóstico de patologias que afligem o aparelho da visão é de responsabilidade desse. As LC estéticas coloridas com finalidade apenas de mudar a cor dos olhos, também devem ser avaliadas e indicadas pelo Oftalmologista, porque a única diferença entre estas coloridas e as incolores é o grau da lente, os demais parâmetros devem ser avaliados cada caso individualmente.
10 – As lentes de contato podem ser usadas por tempo indeterminado?

Eliana – As LC tem um período correto de uso que é determinado pelo fabricante do material e pelas Sociedades Brasileira e Internacional de Lentes de Contato e Córnea. A capacidade de uma LC transportar oxigênio do ar para a córnea é que determina o número de horas de uso. Esse tempo não é igual para todos, devido às diferenças individuais influenciadas pela qualidade e quantidade do filme lacrimal e pelo modo de pestanejar. Assim, a LC indicada pelo fabricante para uso contínuo pode permanecer por uma semana no olho de uma pessoa enquanto outro usuário será incapaz de dormir apenas uma noite com o mesmo tipo de LC. Assim, o acompanhamento da adaptação pelo oftalmologista pode determinar o tempo ideal para cada usuário, sendo que qualquer alteração com a visão que está em uso de LC ou não, deve-se entrar em contato com o Oftalmologista o mais breve possível.
11 – Quais os pacientes que, definitivamente, não podem usar lentes de contato?

Eliana – As contra-indicações podem ser temporárias ou permanentes. Portanto não deve usar LC se tem: inflamações e infecções oculares agudas ou crônicas; doenças oculares que afetam a córnea, conjuntiva e pálpebras (olho seco, alergias que respondem insatisfatoriamente aos tratamentos propostos), contudo, alguns casos de olho seco severo e alergia severa são tratados com medicações sistêmicas, tópicas e uso de LC terapêuticas; glaucoma não controlado; doenças sistêmicas afetando o olho; incapacidade de seguir as instruções de limpeza, armazenamento e assepsia das LC; má higiene pessoal (sobretudo mãos e unhas). O Oftalmologista é a pessoa indicada para aconselhar e determinar se os seus olhos possuem as características adequadas para tolerar o uso de LC.

 

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome