Clareamento Dental

Um sorriso saudável, com dentes brancos e mais atraentes é possível. Para realizar o clareamento dental é necessário os dentes estarem manchados ou escurecidos? Será verdade que durante o tratamento devem ser evitados alimentos pigmentados, como café, refrigerante e chimarrão? Para aclarar essas dúvidas e muitas outras, a Revista + Saúde entrevistou o cirurgião dentista, Dr. Diego R. dos Santos.

 

Qualquer pessoa pode fazer clareamento dental?

Diego – Verdade.  O clareamento pode ser realizado por qualquer pessoa, desde que não apresente reações alérgicas aos componentes dos clareadores, o que é muito raro. Este é um dos pontos que reafirma que clareamentos dentários devem ter obrigatoriamente o acompanhamento do cirurgião-dentista. Outro fator importante a salientar é que a saúde bucal do paciente que pretende fazer esse tipo de tratamento estético deve estar estabilizada, ou seja, sem doenças periodontais (como gengivite e periodontite) e sem a presença de atividade de cárie, por isso essas patologias devem ser prioritariamente resolvidas para então se pensar em clareamento dental.

 

È verdade que crianças podem fazer clareamento?

Diego – Mito. O clareamento é indicado após os dentes permanentes estarem maduros, ou seja, a partir dos 16 anos é mais indicado este tipo de procedimento. Por isso, dentes de leites jamais deverão sofrer ações de produtos clareadores.

 

È necessário esperar que os dentes estejam manchados ou escuros para realizar um tratamento de clareamento?

Diego – Mito. Desde que a dentição esteja saudável e madura o tratamento pode ser realizado. Muitas vezes, quando há um escurecimento demasiado dos dentes o clareamento não consegue atingir o grau de “branco” almejado pelo paciente, então lança-se mão de outros tratamentos como facetas diretas e indiretas e próteses fixas.

 

Quais são os tipos de clareamento dental?

Diego – Há diversos tipos de clareamento, uns para dentes vitais (que não foram tratado canal) e outros para dentes não-vitais (que submeteram-se a um tratamento endodôntico).  Há também variação nas concentrações dos produtos utilizados, os de menores concentração são usados em clareamentos caseiros, os de maior concentração são usados no consultório, sendo ativados ou não pelo laser.

Apesar de identificarmos diferença significativa entre as concentrações destes produtos, não há diferença final entre dentes tratados pelo método caseiro ou no consultório, mas há um maior índice de sensibilidade ao frio quando o tratamento é realizado com géis mais concentrados.

As técnicas para clarear dentes desvitalizados variam bastante, podendo haver até associação com as de clareamentos de dentes vitais, pois este tipo de dente apresenta maior dificuldade em clareá-los.

Clareamento Dental Convencional

 

Existe tratamento de clareamento em sessão única?

Diego – Verdade. As técnicas realizadas no consultório, sendo a laser ou não, podem ser de sessão única, caso o resultado da primeira sessão agrade. Em uma única sessão pode-se normalmente aplicar até 3 vezes o gel. Os intervalos entre as consultas, quando a necessidade de mais aplicações, deve ser de no mínimo 7 dias. Já a técnica caseira, onde o paciente usa uma moldeira com gel para dormir, o tratamento dura em torno de 8 dias para atingir resultados semelhantes ao da técnica anterior.

 

È verdade que devem ser evitados alimentos pigmentados durante o tratamento, como café, refrigerante, chimarrão?

Diego – Verdade. Durante o tratamento ficam contra-indicados qualquer tipo de corante, seja ele natural ou artificial, por isso sugere-se ao paciente evitar consumir refrigerantes com colorações fortes, como os cola ou de uva, evitar tomar café, consumir feijão, beterraba, não fumar, etc. O motivo da orientação é que os corantes destes alimentos podem penetrar no esmalte do dente que sofre ação dos géis e acabar pigmentando o dente. Esta orientação é passada durante o tratamento, porém quanto mais o paciente evitar corantes, maior será a durabilidade do clareamento.

Os dentes voltam a escurecer novamente?

Diego – Verdade. Os dentes escurecem por influência, principalmente, dos hábitos do paciente, por exemplo, pacientes fumantes os dentes escurecem rapidamente, pacientes que preferem chás incolores ao café manter-se-ão por mais tempo com dentes claros. Porém, a influência destes pigmentos é a mesma para dentes clareados ou não, portanto ambos escurecem na mesma proporção.

Vale ainda ressaltar que o acompanhamento de um clareamento dental por um dentista é imprescindível, pois se trata de um tratamento de saúde e estética que requer inúmeros conhecimentos e particularidades científicas importantes ao paciente.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome