Muitos pais têm dúvidas se seus filhos podem praticar essa atividade sem que seu crescimento e desenvolvimento sejam afetados. Confira a resposta da especialista no assunto

Adolescência. Fase da rebeldia, mas também da insegurança com relação ao corpo e a aparência. Nessa fase muitos meninos e meninas decidem recorrer à musculação em busca da forma física perfeita.  Esse desejo por frequentar uma academia para praticar a modalidade gera muitas dúvidas nos pais, que não sabem se a atividade pode trazer problemas para a saúde dos filhos. “Estudos antigos sugeriam que a musculação atrapalhava o desenvolvimento dos adolescentes, mas recentes pesquisas vêm mudando esta concepção, demonstrando que se for realizada de forma correta e orientada traz muitos benefícios”, acentua a personal trainer Diandra Padilha.

De acordo com a profissional, ao buscar o corpo perfeito, os adolescentes acabam optando por soluções nada saudáveis como dietas malucas, intervenções medicamentosas, e muitas vezes recorrem a musculação, porém de forma desorientada, onde acabam por executar movimentos e exercícios desproporcionais para seu perfil,  bem como exageram na sobrecarga e tempo na atividade.

“A musculação se utilizada e aplicada por profissional capacitado de forma regular e contínua, respeitando sempre as limitações físicas de cada indivíduo, levando em consideração a idade, utilizando um programa de treinamento com média 40min por dia e 3 vezes por semana, fará com que este jovem aproveite o que o exercício lhe trará de benéfico, pois é principalmente nesta fase que o jovem está adaptando seu corpo para a vida adulta”, explica Diandra.

A musculação, assim como outras atividades, tem o importante papel de tirar o jovem do sedentarismo, aumentar a força e resistência muscular, prevenir lesões, diminuir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL), corrigir a postura, aumentar a capacidade cardiorrespiratória, melhorar a densidade óssea, a composição corporal, além de proporcionar o bem estar físico e social.

 

Mas existem riscos?

A personal trainer explica que assim como em todas as atividades e esportes, a musculação também pode trazer riscos a saúde. “Toda e qualquer atividade física se for realizada de forma incorreta, com excessos de carga e tempo, pode causar danos às articulações, deformações ósseas e musculares e problemas posturais”, alerta. Na musculação, conforme Diandra, o grande erro dos adolescentes, principalmente entre 12 e 16 anos, está em utilizar a musculação apenas com o intuito de ganhar massa muscular (hipertrofia), pois acabam optando por alterar a forma de treinamento e carga sozinhos, não respeitando as limitações do próprio corpo.

 

Combate à obesidade

A obesidade na infância e adolescência é um problema cada vez mais crescente no mundo.  Essa condição tem como consequência várias doenças, que na maioria das vezes estão associadas ao sedentarismo. “A atividade física bem orientada, e associada com a alimentação saudável pode mudar este quadro, e ao contrário do que muitos pensam, não são apenas as atividades aeróbias mais indicadas no combate à obesidade. Os exercícios anaeróbios, como treinamento de força (musculação), podem trazer resultados a longo prazo já que promovem o aumento da massa magra e consequentemente a diminuição da gordura”, explica a personal trainer.

 

Crescimento e correção postural

Segundo a profissional, alguns mitos foram por água abaixo, pois recentes estudos trazem com muita clareza a informação de que a musculação durante a fase de crescimento auxilia no crescimento normal e o fortalecimento muscular e ósseo, pois ao realizar os exercícios com carga adequada que não exija muito dos tendões e ligamento, é possível iniciar o processo de adaptação muscular sem prejudicá-los.

             A musculação tem sido muito eficaz no desenvolvimento, correção postural e corporal dos adolescentes utilizando como meio de adaptação treinamento com cargas (pesos) e desta forma tem apresentado grandes benefícios na correção de desvios posturais, como cifose (curvatura acentuada na altura do tórax, dando aspecto de corcunda), bem como na lordose (aumento anormal da curvatura lombar), e a escoliose (quando a coluna se mostra torta no plano das costas, parecendo uma curva em C ou S). “O indivíduo que inicia um treinamento desde a juventude terá uma musculatura mais forte e resistente, tendo pouca probabilidade de sofrer com problemas posturais”, diz.

         

Benefícios para o futuro

            Todos sabemos que quanto mais cedo adotarmos um estilo de vida saudável, mais benefícios teremos no futuro. Pesquisas recentes mostram que pessoas que adotaram um estilo de vida saudável com a realização de atividades são menos propensos a desenvolver problemas com álcool e tabaco. “Além de prevenir uma imensidão de doenças futuras, a musculação promove aumento da autoestima e melhor convívio social, mas vale lembrar que de nada adianta querer praticar uma atividade física se não seguir a risca as orientações de um profissional capacitado”, diz.

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome