Feliz 2012

Propósitos de Ano Novo, quem já não os fez? E quem também já não verificou um ano depois que o rumo final dos propósitos se desviou um pouco ou muito das intenções originais? Basta comparar os propósitos da virada deste ano com os propósitos realizados até a presente data. A maioria provavelmente já constata um desvio, não é?

Então, como cumprir maximamente os propósitos estabelecidos? Seguem algumas recomendações. Receitas infalíveis não existem. Tudo depende da persistência e disciplina.

1.       Defina o que realmente é importante neste ano para você. É preciso ter objetivos para mover-se em alguma direção.

2.       Verifique se estes valores principais se encaixam no todo de sua vida: família, profissão, amizades, fé e questões pessoais. Querer algo que as pessoas envolvidas não querem ou endossam tornará o empreendimento inviável.

3.       Escreva os propósitos. Escrever purifica nossos pensamentos. Escrever nos obriga a refletir com precisão. Escrever nos permite a revisão e comparação. Escrever permite a precisão dos conceitos.

4.       Os propósitos devem ser objetivos e minimamente subjetivos. Por exemplo: “Quer ser feliz!” é um bom propósito. No entanto, o que devo fazer e o que espero que aconteça para que eu de fato seja feliz? Viajar à Espanha, realizar a formatura de graduação, praticar um esporte regularmente, etc, são propósitos objetivos através dos quais se pode avaliar se “ser feliz” pode ser alcançado. Quanto maior a expectativa de felicidade, tanto maior tem de ser a capacidade de realização. Essas considerações nos levam à recomendação seguinte.

5.       Quantifique os propósitos para que no decorrer dos meses haja critérios claros de mensuração. Se você decidiu praticar exercícios físicos regularmente você vai poder avaliar a realização apenas se tiver definido o que é “regularmente” (duas vezes por semana, ou 3 vezes, etc.).

6.       Exponha a lista de propósitos em locais da residência e de trabalho. O que é visto é lembrado.

7.       Lembre, o futuro está em nossas mãos apenas no presente. Somente hoje, agora posso fazer algo para realizar os propósitos. Se ontem nada fiz, se pretendo fazer amanhã, NADA ACONTECERÁ. AGORA, agora preciso fazer algo.

8.       Compartilhe seus propósitos com seus amigos e familiares. Conte-lhes regularmente como está se saindo. A opinião dos outros os faz partícipes. Claro, se forem contrários ou pessimistas, estaremos sozinhos no projeto. Então precisamos rever os propósitos ou assumir o empenho em solitude.

9.       Celebre cada passo de propósito realizado. Cada passo requer ser comemorado. Cada pequena conquista faz parte do objetivo final, assim como os primeiros tijolos fazem um palacete. Sem os primeiros tijolos, qualquer construção permanece um casebre.

10.   Concentre-se sobre o que pode ser feito hoje. Desvie sua preocupação dos possíveis resultados finais de 2011 para o “melhor possível” agora. Claro, nunca esqueça aonde no final de contas você pretende chegar.

Assim você terá o ano 2012 como tempo de sucesso quanto aos propósitos estabelecidos na virada de 2011.

 

Dr. Albert Friesen – Psicólogo

 

Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome