Além da alimentação balanceada, o profissional auxilia no combate de diversas outras doenças

Nossa relação com os alimentos nem sempre é fácil. É por isso que um profissional tem destaque quando o assunto é o relacionamento do indivíduo com a comida. Para Aline Jabur, nutricionista há 9 anos, o principal objetivo desta área de atuação é prevenir doenças, além de recuperar ou manter a saúde e bem-estar do indivíduo por meio da orientação a uma alimentação rica em nutrientes e balanceada. “O nutricionista funcional, que é a área que eu atuo, em vez de limitar-se à prescrição de dietas com os alimentos funcionais tidos como saudáveis, rastreia os sintomas, sinais e características de cada paciente e os relaciona com a carência ou excesso dos nutrientes, corrigindo os desequilíbrios nutricionais que geram sobrecarga no sistema imunológico e desencadeiam ‘processos alérgicos’ tardios, os quais acabam por provocar doenças crônicas”.

Segundo a nutricionista essas doenças podem ser: obesidade, depressão, fibromialgia, artrite reumatóide, síndrome do pânico, osteoporose, diabetes, distúrbios de comportamento e hiperatividade infantil, desordens estéticas e alteração no desempenho físico. Além disso, este profissional faz avaliação nutricional do indivíduo através de pregas cutâneas, circunferências e exame de bioimpedância, além da solicitação de exames laboratoriais que vão ajudar no seu diagnóstico clínico nutricional.

No dia 31 de agosto comemora-se o dia do profissional da nutrição. Mas você sabe em quais frentes ele atua? De acordo com Aline, um nutricionista tem muitas chances no mercado de trabalho e possibilidades abrangentes. As principais áreas de atuação são:

Nutrição Clínica e Funcional;

Nutrição Coletiva (Restaurantes);

Nutrição Esportiva;

Indústria de Alimentos;

Docência em ensino superior;

Nutrição Materno Infantil.

 

Como um nutricionista pode mudar sua vida?

Possuir uma alimentação saudável é fundamental para o bem-estar do nosso organismo, a maioria das pessoas já sabem. No entanto, é apenas o profissional da nutrição que pode auxiliar com eficiência cada indivíduo a alcançar a saúde adequada, com alimentos que encaixam na individualidade de cada um, para que façam escolhas saudáveis, melhorando diversos aspectos da vida. “Quando falamos em saúde e bem-estar não falamos apenas de um corpo livre de doenças graves ou crônicas, mas sim livre de sinais e sintomas corriqueiros do dia-a-dia. Não é normal sentir enxaqueca, TPM, ter constipação, olheiras, depressão, queda de cabelo, acne e etc. Mas muita gente já se acostumou a conviver com este tipo de mal-estar, porque acha que é comum. Nós como profissionais da nutrição precisamos convencer as pessoas que isso não é comum e nem saudável”, afirma Aline.

Para a nutricionista, as pessoas não devem procurar o profissional somente quando o objetivo é emagrecer ou ganhar massa muscular, pois a nutrição é muito abrangente. “A nutrição funcional atua na enxaqueca, infecções urinárias, candidíases de repetição, qualidade do sono, diabetes, doenças autoimunes, depressão, colesterol e triglicerídeos elevados, entre outros”, conclui.

 

Aline dá algumas dicas para manter uma vida mais saudável:

  • Inclua castanhas na rotina alimentar: Castanhas-do-pará, de caju, nozes e amêndoas possuem baixo índice glicêmico, o que significa que não alteram os níveis de insulina no sangue e provocam sensação de saciedade. Também são fontes ricas em fibras, ferro, vitamina E e selênio, mineral importante para o bom funcionamento da tireóide;
  • Reduza a ingestão de sal e aumente o consumo de água: Além de favorecer o inchaço de pernas, pés, barriga e outras regiões do corpo, o excesso de sal pode comprometer a saúde. A retenção de líquidos provocada pelo consumo exagerado de sal sobrecarrega o coração, rins e vasos sanguíneos e também pode levar à hipertensão. Recomenda-se a ingestão de dois litros de água por dia;
  • Não pule o café da manhã: O café da manhã diário é necessário para nutrir o organismo. É o momento em que o corpo está implorando por nutrientes, já que passou sete ou oito horas em jejum, durante o sono. O organismo precisa de energia para começar o dia, além de vitaminas e sais minerais;
  • Pratique exercícios físicos regularmente: Os exercícios físicos devem fazer parte da rotina, inclusive, de quem não precisa perder peso. Uma simples caminhada diária pode melhorar o humor e afastar doenças do coração;
  • Mantenha os ovos na dieta: Antes considerado inimigo do coração, o ovo entrou na lista dos alimentos saudáveis. Ele é rico em colina, nutriente que protege a memória e combate a fadiga. A gema ainda contém antioxidantes, como zinco, ferro, selênio e vitaminas A e E;
  • Uma taça de vinho está liberada. Porém, exagerar no álcool, não! O álcool em excesso pode sobrecarregar o fígado, além de trazer problemas de concentração, aumentar a frequência dos batimentos cardíacos e irritar a mucosa do estômago, podendo causando gastrite e úlcera. Por outro lado, o vinho pode fazer bem para a saúde, pois evita infartos e derrames cerebrais. O consumo recomendado é de 250 ml de vinho tinto seco todas as noites;
  • Evite o refrigerante, inclusive nas versões diet ou light: Os refrigerantes diet e light podem ter poucas calorias, mas são ricos em outras substâncias que também podem fazer mal ao organismo, como sódio, corantes e conservantes. Os adoçantes empregados na composição dos produtos light e diet – geralmente ciclamato, sacarina e aspartame – também não são os mais saudáveis;
  • Faça boas escolhas no supermercado: A aveia contém vitaminas do complexo B e fibras, que evitam picos de insulina; o azeite extra virgem é rico em vitaminas D e E, além de gorduras boas para o coração. O iogurte contém cálcio para ossos fortes e probióticos que atuam na regularização da função intestinal. O salmão é rico em proteínas e ômega-3, que protege o coração e o chá verde é rico em polifenóis, que estimulam o metabolismo, previne cáries nos dentes e obesidade e vegetais crucíferos, como brócolis, nabo e couve-flor que, além de fibras, contém I3 carbinol, um fitoquímico que mantém células cancerosas à distância.
Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome