É necessário quebrar esse estereótipo: ter hábitos saudáveis, além de trazer inúmeros benefícios para o organismo, pode sair em conta!

 

Virou senso comum de que ter uma alimentação saudável custa caro. Mas é necessário quebrar esse tabu que, muitas vezes, só serve como uma desculpa para não se alimentar bem. “As pessoas automaticamente ligam os “produtos saudáveis” ao pão sem glúten, produto diet ou light, ao bolo industrializado “low carb”, mas não é isso. A alimentação saudável é aquela do “mato” mesmo, a que podemos ter no fundo de casa, são os alimentos mais naturais possíveis, esses são os alimentos com a maior qualidade nutricional, poder antioxidante e anti-inflamatório”, ressalta a nutricionista Lis Anne Bonardi Fermino (CRN 8/8456).

Os hábitos saudáveis proporcionam uma melhor qualidade de vida, tanto na disposição diária, quanto na saúde em geral e na beleza. “Muitos não entendem quais são os motivos da falta de rendimento na realização de certas tarefas. Pele ressecada, queda do cabelo, dores frequentes, falta de libido e de memória, essas são algumas características da falta de bons hábitos alimentares”, explica a nutricionista. 

Uma boa opção para economizar na alimentação saudável é optar por produtos de feiras. “Aqui em Guarapuava temos as feiras dos produtores rurais. Procure sempre escolher frutas e legumes da época, pois assim o preço é acessível e tem menos agrotóxicos”, indica Lis Anne. Além disso, o aproveitamento integral desses alimentos é indicado, “nas cascas e talos encontramos a maior concentração de fibras, vitaminas e minerais. Com eles, podemos fazer refogadinho, tortas salgadas, saladas e com criatividade conseguimos aproveitar o alimento integralmente”, acrescenta.

Alguns alimentos que podem ser consumidos integralmente e seus benefícios:

  • Rama da cenoura: é um alimento riquíssimo em cálcio, vitamina A e vitamina C, sendo importante para a saúde dos olhos, imunidade, pele e ossos. Pode-se utilizar em saladas, refogados, com arroz e tortas salgadas;
  • Folhas e talos de beterraba: é possível fazer patês, sucos e refogados. Ótima fonte de nutrientes como zinco, ferro, vitamina B6, manganês, vitamina C, vitamina A e fibras;
  • Talos da folha de couve: rico em ferro, vitamina C e fibras. Pode ser inserido em sucos verdes, refogados, tortas e patês;
  • Casca da banana: rica em fibras, potássio, vitamina A, vitamina C, complexo B e fósforo. Ótima para circulação sanguínea, previne infecções, melhora a função intestinal, previne cãibras e pode ser utilizada em geleias;
  • Casca de maracujá: muito utilizada em tratamento de diabéticos, diminui a absorção de carboidrato, melhorando os níveis da glicemia, e além disso, melhora o colesterol e triglicerídeos. Pode ser utilizada em cremes e em farinha.

Receita Patê de talos de beterraba

Ingredientes:

  • 1 cebola;
  • 2 dentes de alho;
  • Folhas e talos de 2 beterrabas;
  • Salsinha e cebolinha a gosto;
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva;
  • Sal a gosto;
  • 1 peça de ricota;
  • 1 limão.

 

Modo de preparo:

  • Pique a cebola, o alho, os talos e as folhas de beterraba;
  • Higienize e pique a salsinha e a cebolinha;
  • Refogue no azeite a cebola e os alhos picados;
  • Acrescente as folhas e os talos de beterraba;
  • Adicione sal a gosto;
  • Amasse a ricota com um garfo;
  • Misture o refogado com a ricota e leve à geladeira;
  • Assim que estiver gelado, esprema o limão por cima, adicione a salsinha e cebolinha e misture bem. Bom apetite!
Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome