Algumas hortaliças, frutas e verduras podem auxiliar o funcionamento do útero e prevenir diversas doenças

 

Sabemos que o sinônimo de saúde é o bem-estar integral do nosso corpo, o que depende de hábitos saudáveis, sendo um deles a alimentação. O útero forma a base do sistema reprodutor da mulher, além de ser um órgão fundamental que necessita de cuidados específicos. Atentar-se aos alimentos que irão auxiliar em seu cuidado possibilita a prevenção de certas doenças e também, melhora a qualidade de vida. Mas afinal, quais são esses alimentos?

  • Água;
  • Alho; 
  • Cranberry; 
  • Hortaliças verdes escuras (brócolis, escarola, couve, rúcula, espinafre e agrião);
  • Oleaginosas (linhaça, castanha, nozes, amêndoas, macadâmia, gergelim e chia); 
  • Óleo de coco; 
  • Ovos.

 

Esses alimentos atuam como antioxidantes (evitam o envelhecimento precoce), importante na contração muscular, ajudam na reposição de ferro que é perdido durante a menstruação, o que melhora o humor durante o período pré-menstrual, agem na imunidade, previnem os cânceres de mama, ovário e útero, além da ótima ação antifúngica (prevenindo a candidíase), contribuem na prevenção de infecções urinárias e também, problemas como coceiras, queimação, odor e corrimentos vaginais. 

De acordo com a nutricionista Monalisa Benetelli Pereira (CRN 10501), alguns alimentos também estimulam a fertilidade na mulher. “A má alimentação e o consequente ganho excessivo de peso podem interferir na fertilidade, dificultando e retardando a gestação. Uma das formas da mulher se preparar para viver esse momento em sua vida, é cuidar de sua alimentação, assim como adotar alguns hábitos saudáveis em sua rotina. Lembrando que uma boa noite de sono, prática de atividades físicas regulares e cuidados com o estado emocional (como evitar situações de estresse e nervosismo), são hábitos que, agregados a alimentação, ajudam na fertilidade”. 

 

Alimentos que podem auxiliar na fertilidade: 

  • Frutas de cores amarelas (abacaxi, manga e maracujá) são fontes de vitamina A, que regula a produção hormonal da mulher;
  • A vitamina D, presente nas carnes vermelhas, peixes e frutos do mar, regula a distribuição hormonal. Vale lembrar: sempre que possível tome sol, pois é fundamental para a ativação desse nutriente no organismo;
  • O ferro presente no feijão, na lentilha e na ervilha evita a anemia, condição que pode prejudicar a ovulação e também dificultar a concepção;
  • As oleaginosas como castanhas, nozes, amêndoas e macadâmia, são fontes de selênio que ajudam a melhorar a produção e a qualidade do óvulo;
  • Hortaliças verde-escuras e frutas cítricas (laranja, limão, abacaxi e maracujá) são fontes de ácido fólico, vitamina do complexo B essencial na formação e no desenvolvimento do feto.
Edição Digital Grátis!
Assine nossa newsletter
Baixe a edição digital da revista gratuitamente e receba as próximas edições, promoções e conteúdos exclusivos em seu e-mail.
CADASTRAR
Não enviamos spam e você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor informe seu nome